Mototaxista clandestino é morto a tiros em Campina Grande, diz polícia

Mototaxista clandestino é morto a tiros em Campina Grande, diz polícia

Um mototaxista clandestino foi morto a tiros na noite da quarta-feira (11), em Campina Grande. De acordo com a delegada de homicídios da Polícia Civil, Nercília Dantas, a vítima foi atingida por vários tiros na cabeça, tronco e braços.

O caso aconteceu por volta das 19h40, no bairro das Malvinas. Segundo a delegada, a vítima foi identificada como Jordan Soares Nunes. Testemunhas relataram que encontraram o homem morto após ouvirem tiros no local.

-Moradores acionaram a polícia até o local. O que a gente sabe até agora é que era um suspeito em uma moto, que após atirar na vítima teria fugido do local em alta velocidade-, disse Nercília Dantas.

Ainda conforme a delegada, a família de Jordan Soares contou que ele havia saído do presídio há cerca de dois meses.-A vítima já respondia por roubo e tráfico de drogas. A família relatou também que ele já havia sido preso suspeito de abusar sexualmente da enteada, mas, em depoimento, a irmã dele negou-.

O corpo do homem foi encaminhado ao Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Campina Grande. Até as 9h desta quinta-feira (12), nenhum suspeito do crime havia sido identificado.

Leia mais no G1

    Compartilhe: