Juiz libera marido e irmão de secretária suspeitos de atentado na Paraíba

Juiz libera marido e irmão de secretária suspeitos de atentado na Paraíba

O Juiz da 1ª Vara da Comarca de Sousa, José Normando Fernandes, revogou a prisão temporária de seis pessoas presas na “Operação Mordaça”, ocorrida no dia 29 de novembro onde a polícia civil apura o crime de tentativa de homicídio contra o Servidor do SAMU de Sousa, Gervásio Bernardo ocorrido no dia 20 de setembro deste ano quando a vítima estava chegando em casa.



A ação foi deflagrada com o nome de Operação Mordaça, pelo fato da Polícia Civil suspeitar que a tentativa de homicídio teve o objetivo de intimidar o funcionário, pelas denúncias feitas. Entre as irregularidades, o funcionário denunciou perseguição aos servidores e corte nos salários.



A justiça encaminhou os alvarás de soltura e foram soltos nesta quinta-feira (07), Francisco Vital (Nestor Cigano), Cícero Romão, Pedro Alves Cabral (Dão Cigano), Pedro Bernardo Cabral (Reizinho, filho de Dão Cigano), Rommel Dantas (esposo da secretária de saúde, Amanda Silveira) e Marllon Silveira (irmão de Amanda Silveira).



O único que permaneceu preso foi o suspeito Cícero Cristiano, já que contra o mesmo existe um mandado de prisão expedido pela Justiça de Pernambuco.
Da Redação com Diário do Sertão

    Compartilhe: